02/07/07

Leitor


Neste dia de extrema alegria, permiti que partilhe convosco alguns sentimentos que me abraçaram nestes dias.
Findo os exames o tempo até hoje voou, no entanto os sentimentos e por vezes a emoção foram de uma intensidade e verdade profundas.
Recordo a oração no Santuário de Fátima, a confissão, o encontro com algumas Imãs.
Celebrar a Eucaristia com a comunidade de Celorico e na festa de um dos Padroeiros (São Pedro) foi momento de reflectir e sentir que a vocação tem de brotar e ser apoiada com a oração e o conforto de toda a comunidade dos crentes.
Aceitei o convite feito para a escuta, meditação, oração e adoração na comunidade da Liga dos Servos de Jesus (Celorico da Beira) diante de Jesus Sacramentado com alguns trovadores de Deus.
Seguidamente alguns escutamos algumas notas na festa (baile) porém a noite estava fria e nem as farturas quentes cativaram a multidão.
Ontem foi dia de receber e responder a bastantes mensagens de amigos bem como de receber minha avó e a minha tia.
Hoje após o almoço fui buscar o meu avô, passei na Igreja de Santa Maria (como o faço em momentos marcantes da minha vida) e caminhei rumo à Sé da Guarda.
Surpresa das surpresas, não já se encontrarem lá as gentes de Celorico da Beira, mas a porta da Sé estar fechada. Não é gesto de quem acolhe bem, deixar as pessoas na rua e ao vento da Guarda.
Toda a celebração foi marcante. Saliento a ideia chave da homilia: Ser Sacerdote em comunidade e para a comunidade.
Finda a celebração foram muitos que me quiseram saudar. A todos um bem-haja.
Seguidamente seguiu-se o jantar no Seminário com os parabéns e os discursos da praxe.
Ao chegar a casa é tempo de descarregar fotos e ler algumas cartas e salientar uma mensagem de um postal (e como esta termino): “Serviço e sacrifício caminham lado a lado” B.P.

4 comentários:

joaquim disse...

É a primeira vez que aqui venho.
Gostei, pois claro!
Parabéns "Leitor", "Proclamador", da Palavra de Deus!
Que o Senhor abençoe o teu caminho com todas as graças que necessitas.
Abraço em Cristo

Pe Ângelo disse...

Olá Hugo!
Cá estou eu a fazer-te uma visita.
Passa pelo meu blog. tenho lá uma maravilha de desafio para ti.
Abraço.

Mukanda disse...

Olá Hugo,
Não te pude acompanhar nesta linda cerimónia, a tua avó está toda vaidosa, mas podes ter a certeza que o estive em espírito.
Que Deus te acompanhe, qualquer que seja a tua decisão.
Força...
Gostei do teu blog, parabéns
Abraço

Zé Pedro A. O. disse...

A palavra!

Nos dias de hoje o "ter palavra" quase foi abolido.
Nos dias de hoje a letra da palavra é ondulante e serpenteia pelo relativismo simbólico de uma outra intensão.
Nos dias de hoje a mesma palavra é retirada do contexto ou colocada noutro contexto.

Serás sempre leitor da palavra sagrada, e serás mais que isso.

Que Deus te torne sempre mais santo a ti e a todos nós.